Bigode Chinês – Como posso suavizá-lo?

By 21 de setembro de 2018Blog

O que é o bigode chinês?

O tema é bigode chinês. Você sabe o que é?

O bigode chinês é um tema recordistas nos consultórios, nas mensagens das redes sociais e em tudo quanto é lugar. Seu nome real é sulco nasolabial, quando ele chega até a boca ou sulco nasomentoniano, quando ele vem até a região do queixo.

O tratamento é muito procurado porque ela chama a atenção na foto e marca muito na maquiagem, dando uma sensação de incômodo. É muito importante a gente fazer a abordagem dos múltiplos fatores que causam o problema.

Quais são as causas do bigode chinês?

Existem várias causas para o bigode chinês, então é difícil falar qual o melhor tratamento. Vou apontar algumas causas do bigode chinês e apontar para alguns possíveis tratamentos.

A primeira causa pra gente perceber é se é uma característica anatômica da pessoa. Às vezes, a pessoa tem aquele desenho de rosto e é muito difícil de se desfazer do bigode chinês.  Com a idade e com as possíveis alterações que o rosto vai passando, essa característica vai sendo exacerbada, mas o que é importante definir é se é possível a pessoa ficar livre daquele bigode chinês. Na maioria das vezes não é. Então a gente sempre tem que respeitar o desenho daquela pessoa. Já tivemos queixa daquela pessoa que fez um tratamento de bigode chinês e ficou com a cara lisa e esse não é o objetivo. Nós temos que ter sombras e sulcos desde que eles sejam agradáveis.

Muitos pacientes tem o bigode chinês desde bebê e esses pacientes vão morrer com ele. A missão é fazer com que esse bigode chinês seja agradável. Ele vai ser uma coisa que vai fazer parte do seu rosto e que não vai te incomodar tanto. O que deve ser feito é suavizar sem remover aquele desenho.

Uma segunda causa é a perda de sustentação óssea. Muitas vezes o paciente fala “meu rosto caiu, é só esticar”. Não é bem por aí. Nós temos um tamanho de crânio e na idade adulta e esse crânio vai murchando. Então é uma parte importante pensarmos que a sustentação óssea do rosto vai piorando e diminuindo. O fato de você perder sustentação na área atrás do nariz que é a fossa piriforme faz com que o nariz afunde um pouco e esse triângulo que vai se formando na lateral aumente porque rosto estará mais fino.

Outra coisa importante é a perda óssea dentária. É muito comum vermos pacientes se queixando de bigode chinês e vermos uma simetria. “Você tem uma perda de dente ?” “To tratando no dentista, fazendo implante”. A perda de dente influencia muito na exacerbação do bigode chinês, então é bom pensar até em um tratamento odontológico com o tratamento estético. Vale também pensar em preenchimentos localizados para melhorar aquela área de perda óssea.

A causa elasticidade lateral

Outro problema que causa o bigode chinês é a perda de elasticidade lateral. Isso faz com que ocorra uma dobra por cima da parte do sulco. Então muitas vezes é possível abordar o bigode chinês tratando a elasticidade lateral. Nós temos que acabar com esse pensamento de que bigode chinês se trata preenchimento na região. Para ter um rosto harmônico, um rosto bonito, um resultado natural e querer olhar uma foto antiga e ficar parecido, a gente tem que pensar sempre no que foi perdido e o que causou aquele problema.

Tratamento com volume facial

Outra coisa importante pra gente pensar é no volume facial. Esse tratamento é importantíssimo para a sustentação das partes moles do rosto. O volume é definido pela gordura e pelo colágeno e não óssea. Essa parte mole sofre perda ao longo da vida, além de ir derretendo e com isso vamos perdendo a sustentação desse volume. Muitas vezes você tem uma gordura que vai se movendo e por ela se mover para a região do bigode chinês, ela vai fazer um sulco que vai pesar na região. Ocorre então uma dobra por cima da parte da boca que vai definir esse bigode chinês.

Muitas vezes o problema não é com bigode chinês. O problema é na maçã do rosto que perde sustentação ou volume. Aquela pelinha murcha cai ou uma pele pesada com gordura cai por cima do bigode chinês. Então a questão do volume é importante para pensarmos se existe uma perda de volume ou se existe um peso dele sobre esse bigode chinês. Quando descobrimos qual foi o motivo, podemos pensar no tratamento e temos duas opções: a primeira é uma volumização da região adjacente e a segunda seria sustentando esse volume e reposicionando para poder fazer essa sustentação. Nós pensamos nisso também.

 

Para saber mais sobre a flacidez facial, clique aqui!

 

 

Tome cuidado!

Essa região é muito rica em artérias e não pode se pode comprimir e nem exagerar com os procedimentos na volumização local porque você pode ter problemas maiores decorrentes dos próprios procedimentos, então deve se pensar sempre na limitação do método e aceitar que nem sempre é possível ficar sem sulco e sem dobra até porque não fica legal. Temos acima de tudo querer ficar com um rosto bonito e natural.

Agende nossa avaliação gratuita. Preencha o formulário abaixo.