Botox no queixo e pescoço

By 10 de Janeiro de 2019Blog
A Dra. Bárbara esclarece as indicações do botox em queixo e pescoço.

Botox no queixo e pescoço: quando ele é indicado para essas regiões?

Hoje vou falar sobre toxina botulínica em queixo e pescoço. Vou começar pelo queixo que é uma área simples e bem pontual a indicação.

 

Queixo

Quem já não viu as pessoas que, quando falam, fazem aquele buraquinho no queixo? Na hora que a pessoa fala aparece um tanto de furinhos no queixo e parece que a pessoa está sofrendo para falar.

Quem tem essa essa musculatura do queixo muito forte realmente dá um aspecto de sofrimento durante a fala. O queixo contrai, levanta e deixa a boca mais feia, porque empurra o lábio para cima e acaba deixando um sorriso mais artificial, às vezes aquele sorriso meio estalado. Você não consegue movimentar o lábio com tanta agilidade, com tanta sutileza porque o mento está sempre ali boicotando seus movimentos labiais e deixando o aspecto dessa parte mais feio, exatamente por causa desses furinhos que se formam.

Além disso, com a idade você começa a ter fraturas na pele do queixo e começa a ter rugas mesmo nessa região. Então a toxina na parte do queixo seria para isso, para deixar essa área mais harmônica, realçar mais o sorriso e o movimento da boca, sem o mento se movimentando e empurrando o tempo inteiro a musculatura superior.

São casos específicos, nem todo mundo tem indicação de fazer botox no queixo, é uma coisa para o profissional avaliar juntamente com a queixa do paciente.

Quer fazer botox nos lábios? Então você precisa assistir esse vídeo antes. Clique aqui!

 

Pescoço

É uma toxina que a gente faz não especificamente no pescoço, a gente faz nas rugas que se formam a partir do contorno do rosto e emenda com o pescoço, muitas vezes puxando a papada, realçando a flacidez de papada e a perda de contorno facial.

Então é uma toxina que também é para casos específicos, para quem realmente tem indicação. É uma coisa que também precisa ser analisada, mas que é muito interessante quando essa indicação existe. O platisma, que é a musculatura que temos na região, é extremamente forte e esse movimento de repuxamento a vida toda é capaz até de acelerar a perda óssea.

Então a toxina botulínica nessas regiões de contorno facial e no músculo platisma ela é extremamente importante quando o paciente tem indicação. Você vai evitar uma perda de  contorno facial precoce, você vai evitar a absorção do seu contorno de mandíbula, além de deixar um aspecto seu rosto mais bonito, com uma definição maior do ângulo e dessa diferença entre o rosto e o pescoço.

É um tratamento que deve ser realizado por médicos experientes, que pode ter efeitos colaterais por excesso de dose ou às vezes uma dose pequena pode causar efeito colateral. Como a musculatura está toda inserida na base do rosto, ela pode causar fraqueza de boca, dificuldade na mastigação, tem pacientes que relatam até que na hora de comer dão uma babadinha.

Então é uma coisa para a gente fazer com muita cautela, para um paciente bem específico, mas quando realmente tiver indicação não ter medo de fazer, porque o benefício é incrível.

Já imaginou ter sua pele analisada por um robô? Isso não é futuro, é agora! Clique aqui e saiba mais!

 

E a região do colo?

Vou aproveitar para pincelar também o botox em colo. Eu especificamente não acho uma indicação legal, eu acho que tem coisas muito melhores para a gente fazer em colo. O resultado é pequeno e o custo não justifica o benefício. Colo é uma região em que eu, particularmente, até hoje não não tive resultados que justifiquem a indicação desta técnica.

Eu prefiro associar técnicas de tratamento, como skin booster, laseres em geral, luz pulsada quando indicado, tratamentos que vão cuidar da qualidade, melhorar as rugas, melhorar a firmeza da pele e o volume local.

A gente ainda vai falar mais um pouquinho ainda sobre outras indicações de toxina. Acho que vocês não imaginavam que tinham tantas, né? Até a próxima!