ACROMA | Laser contra Melasma

O melasma, também chamado de cloasma, é um tipo de mancha amarronzada que surge em áreas expostas ao sol, principalmente na face.

Ocorre com mais frequência em mulheres, mas homens também podem sofrer deste mal. Áreas como pescoço, colo e braços também podem ser acometidas.

O Melasma não é uma mancha que cause alguma doença, mas ela tem implicações psico-sociais muito séria, pois traz desconforto estético intenso para a maioria de seus portadores.

TRATAMENTO COM O LASER ACROMA

O Laser Ndyag de pulso curto possui um pico de energia rápido e intenso, sendo ao mesmo tempo eficaz e mais seguro, pois sua energia é liberada e “desligada” tão rapidamente a cada tiro, que ele não gera inflamação, ablação e lesões de pele como os outros lasers. Por esse motivo, o laser Acroma é liberado para tratamento de Melasma pelo FDA.

O Laser Acroma é usado para remoção de tatuagem e tratamento de melasma.

veja o vídeo abaixo:

 

O QUE CAUSA O MELASMA?

A causa exata do melasma não é conhecida, mas há muitos fatores que podem aumentar o risco de se desenvolver essas manchas no rosto, sendo predisposição genética, exposição solar e estímulo hormonal. Fatores hormonais como gravidez, uso de anticoncepcionais hormonais (pílulas), cistos ovarianos, terapia de reposição hormonal pós menopausa e distúrbios da tireoide são os mais comuns.

HOMENS TAMBÉM PODEM APRESENTAR MELASMA

O que ocorre é que os melanócitos (células da pele responsáveis pela produção de melanina, substância que dá a cor da pele) das áreas manchadas começam a trabalhar exageradamente sob estímulos normais, produzindo melanina em excesso, causando escurecimento localizado da pele.

COMO PREVENIR O MELASMA?

Não há prevenção comprovada do Melasma. recomenda-se o uso do filtro solar de 2/2 horas, nunca se expor ao sol com intuito de bronzear, mesmo que tampando o rosto. O uso de filtro solares orais também ajuda a prevenir/controlar o Melasma.

TRATAMENTOS

Não existe cura para o Melasma, mas hoje já é possível amenizar as machas. O laser fotoacústico é capaz de tratar manchas antes inatingíveis, sem o risco de causar piora do Melasma, o temido “rebote”, pois ele não agride a pele.